Dicas para quem deseja passar o verão sem stress

Em pleno clima de verão e de férias para muita gente é comum as pessoas acabarem se excedendo, seja na prática de esportes, na alimentação, no banho de mar ou piscina, entre outras coisas que colocam a sua saúde e bem estar físico em risco. Assim, para que o leitores do Fala Bom Fim possam curtir a estação com harmonia, a matéria a seguir dá algumas dicas de como passar pelo verão sem problemas. São sugestões, não regras. E, obviamente, se adaptam ao perfil de cada um de acordo com as suas necessidades, mas tem servido de referência para muita gente.

Entre as precauções gerais, cada vez mais tem se intensificado o cuidado com a exposição solar. Em ritmo acentuado o sol tem se tornado o grande vilão da estação, com o aumento considerável de casos de câncer de pele, o tipo de maior incidência no país segundo pesquisas da área médica especializada. Por isso, sempre que possível, evite sair nos horários em que o sol estiver a pino, das 10h às 16h. Prefira sair de manhãzinha ou ao entardecer. E isso vale na praia ou nas cidades e não dispensa o uso de filtro solar, que deve ser um companheiro inseparável.

Outra dica se refere a alimentação. É comum nessa época do ano a elevação dos casos de intoxicação. A saída é adotar uma dieta leve, a base de frutas suculentas, saladas, carnes brancas grelhadas, especialmente o peixe, mas sempre com os cuidados de armazenamento, em temperaturas adequadas e de higiene. Verduras e frutas devem ser bem lavadas e colocadas em molho com água e vinagre branco, ou solução de cloro em pequena quantidade, por no mínimo 10min. Mas todo esse cuidado não dispensa um delicioso sorvetinho para refrescar,

Outro grande parceiro da boa saúde no verão é a água. Mantenhase hidratado: beba bastante líqüido, a toda hora. Nem espere a sede reclamar. Evite bebidas com cafeína, álcool ou muito açúcar. Eles vão fazer com que você perca ainda mais líqüido corporal.

Ao vestir-se, opte por tecidos que facilitem a transpiração: use roupas folgadas, leves e claras. Uma boa idéia é incluir um chapéu ou boné no figurino. Também não se esqueça dos óculos escuros. Mas não adianta ser qualquer um: ele precisa ter proteção ultravioleta total para evitar queimaduras da córnea e da retina, que causam lesões irreversíveis. Assim, evite comprá-los em locais que não dêem garantia de origem do produto.

Para se refrescar nos momentos mais críticos procure, se puder, um ambiente público (shopping, biblioteca) com ar-condicionado. Mesmo que você não permaneça no local por muito tempo, essa providência vai ajudar a manter seu corpo mais fresco quando você tiver que retornar para o calor. Mas, para aliviar mesmo, nada melhor do que água. De acordo com suas possibilidades, lave rosto, nuca, braços e mãos, tome uma ducha fria, mergulhe na piscina ou tome um banho de mar. No caso da piscina, mar, rio ou lago, cuidese e observe as orientações dos locais apropriados para o banho. Não entre na água após ingerir grande quantidade de alimento ou depois de ter consumido álcool em excesso.

Bebês, crianças pequenas, idosos e pessoas doentes, especialmente cardíacos ou com pressão alta, devem ter ainda mais cuidados com os problemas que surgem pelo calor excessivo. Precauções são no mínimo uma forma de permitir as pessoas que curtam as suas férias com saúde, aproveitando o lado bom do verão, da energia positiva da estação.

Opções para quem fica na cidade

Para quem não pode sair de Porto Alegre existem várias opções para amenizar o calor do verão. Além dos inúmeros clubes e piscinas públicas da cidade, para quem não sabe algumas praias do Guaíba, no Extremo Sul da capital estão próprias para o banho, como é o caso de Belém Novo e do Lami. Também a reserva estadual de Itapoã, com três praias banhadas pelas águas da confluência do Guaíba com a Lagoa dos Patos é uma pedida interessante de lazer e descanso. Pedalar pelas ruas da cidade, um bom passeio de barco, ro teiros de turismo rural, ou mesmo uma caminhada em parques como a Redenção (foto), Parcão, Marinha do Brasil, Mascarenhas de Moraes ou de outros espaços públicos, como o calçadão de Ipanema e o entorno da Usina do Gasômetro, podem aliviar a tensão do dia-a-dia de quem não tem como deixar a cidade. Para saber mais sobre as opções de lazer e turismo em Porto Alegre, acesse o site da prefeitura (www.portoalegre.rs.gov.br) e busque informações nas páginas das secretarias municipais de Turismo, Esportes e Meio Ambiente.

Os sucos naturais reforçam a saúde

A hidratação começa pela água e continua com os sucos de frutas, que oferecem ao organismo um aporte importante de vitaminas. O sistema imunológico protege nosso organismo de uma ampla variedade de agentes infecciosos, de bactérias, vírus e fungos a parasitas e outras substâncias estranhas, que podem provocar doenças mais ou menos graves. Para que este escudo funcione bem, é preciso se alimentar bem.

Mas depois de eventuais excessos nas refeições que se somam no período das festas de final de ano, os sucos naturais também podem ser um importante aliado para quem quer desintoxicar o organismo e ganhar mais disposição. A saúde dos intestinos tem profunda relação com a pele, o humor, a disposição e também com o controle de peso. Esses sucos podem ser preparados em casa ou alguns deles consumidos em bares, cafés, lancherias e restaurantes, como no caso do Bom Fim a Lancheria do Parque, onde o suco misto é o Top de pedidos, especialmente nessa época do ano.

Os sucos quando preparados adequadamente contém uma grande fonte de nutrientes. Qualquer deficiência dessas propriedades, que garantem maior imunidade ao nosso organismo, reduz a nossa capacidade de combater os invasores externos e os venenos internos. Para evitar isso é preciso incluir regularmente na dieta alimentos que contêm vitamina A (proteção antiinfecciosa), Vitamina C (o tônico imunológico), Complexo B (amigo dos anticorpos).

Os sucos que reforçam a saúde são os de maçã, uva, melancia, abacaxi, banana com pêra e alface, mamão, laranja com couve, e ainda a combinação de abacaxi com maçã, cenoura e gengibre para auxiliar na digestão e evitar o acúmulo de toxinas.

Outros macetes importantes

Em ambientes fechados

- Dentro de casa ou no trabalho, cuide para que haja bastante ventilação. Abra janelas e portas, deixando o ar circular.

- Ventilador e ar-condicionado garantem alívio. Se puder, use-os.

- Se estiver em casa, tome duchas frias durante o dia.

- No trabalho, vá freqüentemente ao banheiro lavar mãos, rostos, nuca e braços.

Na hora de malhar

- Sempre que possível, diminua a freqüência e a intensidade do esforço físico quando o dia estiver muito quente.

- Se estiver fora de casa ou da academia, escolha um local com sombra. Não malhe sob o sol.

- Procure se hidratar a cada 20 minutos. Isto é muito importante! Treinar “a seco” não trará nenhum benefício.

- O uso de agasalhos durante o treino não trará maior gasto energético ou maior perda de gordura. Agasalhos causam apenas desconforto e desidratação.

- Não se preocupe com a queda de rendimento se estiver muito sol e você malhar ao ar livre. Isto é absolutamente normal.

O mar esconde perigos que devem ser observados

Na piscina e na praia

- Antes de nadar, veja se a piscina está tratada com cloro e se a praia está própria para banho;

- Não torre sob o sol: não deixe a vaidade estragar sua saúde; – O horário adeqüado para o banho de sol é antes das 10h e depois das 16h;

- Reaplique o protetor solar sempre que sair da água;

- Não deixe as crianças muito tempo na água, a não ser que elas estejam usando camisetas. Isso vai evitar queimaduras (que, acumulando-se ao longo da vida, podem causar câncer de pele);

- Bebê na praia, só fora dos horários de pico, de preferência quando uma brisa estiver refrescando o ar. Senão, eles podem se queimar, desidratar e ter brotoejas; – Se for caminhar pela praia, procure andar pela sombra. Caso não seja possível, capriche no protetor solar e proteja rosto e ombros com um chapéu;

- Leve água de casa, para beber e manter- se hidratado, e também para borrifá-la no rosto, aliviando a sensação de calor;

- No vestiário da piscina, atenção: nada de andar descalço ou compartilhar toalhas. Assim você evita conjuntivite e micoses;

- Outro cuidado contra a conjuntivite: evite piscinas lotadas demais; E, se você tiver alguma dúvida quando à qualidade da água, evite abrir os olhos embaixo d’água ou até mesmo molhá-los.

Segurança

Em casa

- Não comente sua viagem com pessoas estranhas;

-Avise sua ausência a um vizinho de confiança e não esqueça de ligar para ele de vez em quando, para saber se está tudo bem. Se possível deixe o número do seu telefone para emergência;

-Nas ausências prolongadas, peça a um parente para visitar sua casa, é muito importante demonstrar a presença de pessoas (abrindo janelas, molhando o jardim, entrando com o carro na garagem); Não esqueça de suspender a entrega de jornais e revistas. Peça para um vizinho recolher a correspondência deixada pelo carteiro;

- Evite deixar jóias ou dinheiro em casa, mesmo dentro de cofres.

Abusos nas estradas são as principais causas de mortes

No trânsito

- Não beba se for dirigir, muito menos, dirija se beber;

- Verifique e teste os equipamentos do veículo (triângulo, estepe, etc…) devem estar em perfeito funcionamento;

- O cinto de segurança é de uso obrigatório, mesmo em pequenos deslocamentos;

- Evite ultrapassagens duvidosas ou que não forem permitidas, não exceda a velocidade e respeite a sinalização;

- Caso ocorra algum problema mecânico ou elétrico, procure tirar o veículo da pista, acenda o pisca-alerta e posicione o triângulo a uma distância considerável para alertar os demais veículos da pane;

- Procure não comprometer a visão dentro do carro, distribuindo a bagagem no porta-malas;

- Não jogue lixo pela janela do carro;

- Evite parar em locais isolados ou desertos, escolha restaurantes, postos de gasolina, ou locais de grande movimentação de pessoas;

- Caso seja atingido por algum objeto, não pare imediatamente para ver o ocorrido, pode ser uma tentativa de roubo;

- Em caso de acidente na estrada, evite diminuir a velocidade para observar o ocorrido. Preste atenção na pista e evite causar perigo aos outros motoristas que o seguem; – Jamais trafegue pelo acostamento ou pela direita.

Funerária Pio XII




1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading ... Loading ...

Deixe seu comentário

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

Anuncie no Fala Bom Fim - Clique aqui!
Info Technology Solu��es em Inform�tica
Anuncie no Fala Bom Fim - Clique aqui!